19 Junho 2024

Goleiro Fábio recebe a Chave dos Vestiários do Mineirão

Jogador com mais partidas da história do Mineirão, com 406 jogos completados nesta quarta-feira (19/06), o goleiro Fábio, do Fluminense, recebeu, antes do duelo entre o Cruzeiro e a equipe carioca, pelo Campeonato Brasileiro, a Chave dos Vestiários do Gigante da Pampulha. Ídolo cruzeirense, o camisa 1 é também o atleta com mais partidas disputadas no estádio após a reforma para a Copa do Mundo de 2014.

O Novo Mineirão chega à marca de 500 jogos nesta noite. Fábio, de 43 anos, entra em campo pela 229ª vez no estádio nesse período, o que corresponde a quase metade (46,5%) das partidas. O goleiro fez sua primeira partida no Gigante da Pampulha em 2000, num amistoso do Cruzeiro contra o Universal, do Rio de Janeiro. Antes de retornar à Raposa, em 2005, ele atuou em quatro partidas pelo Vasco no Mineirão, nos anos de 2002, 2003 e 2004.

Jogador com mais jogos da história do Cruzeiro, Fábio disputou 398 das 976 partidas pela equipe estrelada no Mineirão. Já pelo tricolor carioca, foram quatro compromissos, incluindo o duelo desta quarta.

Grande pegador de pênaltis, Fábio defendeu 19 das 35 cobranças da carreira no Mineirão, incluindo tempo normal e disputas alternadas. Antes de conquistar a Conmebol Libertadores com o Fluminense, em 2023, o goleiro enfileirou taças no Gigante. Foram 12 títulos pela equipe mineira, sendo dois Campeonatos Brasileiros, três Copas do Brasil e sete Campeonatos Mineiros.

Fábio alçou o posto de jogador com mais partidas da história do Mineirão em 2020, quando superou a marca de 348 jogos de Nelinho. A chave dos vestiários foi entregue pelo gerente técnico do Mineirão, Otávio Goes, funcionário do estádio desde as obras de modernização do estádio.

“Eu agradeço. São 500 jogos de muita história, de grandes jogadores que passaram aqui. Tenho que agradecer a Deus por fazer parte desta história do Mineirão, tanto do antigo quanto do novo, onde time muitas alegrias, comemorei títulos. E só agradecer a Deus e todos que fizeram parte e me deram a oportunidade de entrar em campo. Tenho que agradecer a torcida do Cruzeiro, o carinho e a gratidão. É uma satisfação imensa poder receber essa homenagem”, destacou Fábio.

FÁBIO NO MINEIRÃO

GERAL

406 jogos

- 398 Cruzeiro

- 4 Vasco

- 4 Fluminense

NOVO 

229 jogos

- 225 Cruzeiro

- 4 Fluminense

19 Junho 2024

Mineirão faz ação dos 500 jogos com Cruzeiro e Fluminense e Fábio ganhará Chave dos Vestiários

O Mineirão completa 500 jogos pós-reforma para a Copa do Mundo de 2014 nesta quarta-feira (19/06), no duelo entre Cruzeiro e Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. Para celebrar essa marca, as equipes entrarão em campo com um selo comemorativo em suas camisas e o goleiro Fábio, ídolo dos dois clubes e jogador com mais jogos da história do Gigante da Pampulha, receberá uma homenagem especial do estádio.

A partida desta quarta-feira será histórica para o Mineirão, não só pelo número expressivo, mas também ação inédita com os clubes, que levarão o icônico estádio mineiro em suas camisas. Posteriormente, uma peça de cada time passará a fazer parte do acervo do Museu Brasileiro do Futebol (MBF).

Recordista

Atleta com mais jogos da história do Mineirão, Fábio receberá a Chave dos Vestiários antes da partida. O camisa 1 tem 405 jogos no Gigante, sendo 177 antes da reforma e 228 já com o estádio modernizado. Ele é o recordista tanto no geral quanto no Novo Mineirão. 

São 398 partidas com a camisa celeste, três pelo tricolor carioca e quatro pelo Vasco. Fábio alçou o posto de jogador com mais jogos da história do Mineirão em 2020, quando superou a marca de 348 jogos de Nelinho.

“Entregar a chave dos vestiários para o Fábio é uma maneira de honrar o legado que ele deixa na história do Mineirão. Esta é uma justa e merecida homenagem, por tudo o que ele fez pelo Cruzeiro e por tudo o que ele vem fazendo pelo Fluminense”, destaca o diretor do Mineirão, Samuel Lloyd. Fábio já tem suas mãos cravadas na Calçada da Fama do Mineirão.

Mais sobre os 500 jogos do Novo Mineirão 

17 Junho 2024

Mineirão completa 500 jogos pós-reforma nesta quarta (19); confira todos os números

Cruzeiro e Fluminense fazem, nesta quarta-feira (19/06), no Mineirão, o 500º jogo do Gigante da Pampulha desde a reforma para a Copa do Mundo de 2014. O período, popularmente conhecido como Novo Mineirão, contempla a fase moderna do maior estádio Minas Gerais, administrado por uma Parceria Público-Privada (PPP).

Com as obras concluídas em dezembro de 2012, a nova arena receberia sua primeira partida oficial em 3 de fevereiro de 2013, vitória do Cruzeiro sobre o Atlético, por 2 a 1, pelo Campeonato Mineiro. Dali em diante foram dezenas e dezenas de partidas, de competições regionais a internacionais, de clubes e seleções, masculinas, femininas e categorias de base. O levantamento considera as partidas oficiais e amistosas, com súmulas.

O Cruzeiro é o maior protagonista desta história, em campo em praticamente duas a cada três partidas do Gigante. Já considerando o duelo desta quarta, pelo Campeonato Brasileiro, a Raposa soma 320 partidas como mandante, incluindo quatro jogos da equipe feminina e três do time sub-20.

O Atlético atuou no Mineirão 142 vezes como mandante desde 2013 e, o América, três. Principal casa da seleção brasileira masculina na era dos novos estádios do país, o Mineirão recebeu o Brasil em sete oportunidades, entre Copa das Confederações, Copa do Mundo, Copa América, Eliminatórias e um amistoso. A feminina jogou uma vez, pelo Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

As competições internacionais, aliás, fizeram com que o Gigante recebesse 19 jogos de seleções de outros países, no masculino e no feminino. O Mineirão, ao mesmo tempo, não esqueceu suas raízes e abriu as portas para outras seis partidas de equipes do interior de Minas, além da decisão da inédita Supercopa Rei de 2024 que, apesar de organizada pela CBF, teve oficialmente o Palmeiras como mandante, por ser o atual campeão brasileiro.

Visitantes

Por falar no Alviverde, a equipe paulista é a que mais esteve no Mineirão como visitante: 19 vezes, seguida de Flamengo (18), Athletico-PR (17), Corinthians (17) e Fluminense (16), já considerando o compromisso desta quarta. Dos times do interior mineiro, destacam-se Caldense e Tombense, que atuaram dez vezes no estádio cada um. 

Dos estrangeiros, River Plate (ARG) e Cerro Porteño (PAR) foram os que mais estiveram na Pampulha neste período, três vezes cada. Depois da seleção brasileira, a atual campeã mundial Argentina é a seleção que mais jogou no Mineirão: quatro vezes, duas contra a seleção brasileira (Eliminatórias 2018 e Copa América 2019), uma contra o Irã, na Copa 2014, e uma contra o Paraguai, na Copa América 2019. Lionel Messi esteve em campo nesses quatro jogos e marcou dois gols.

As competições internacionais fizeram com que países de todos os continentes desfilassem seu futebol no Gigante. Um total de 25 nações tiveram seus hinos entoados no sistema de som do estádio, incluindo todos os países sul-americanos. Em termos de Brasil, jogaram por aqui times de 18 dos 27 Estados da federação. Nessas 12 temporadas, o Mineirão foi palco de 19 competições diferentes, viu 29 finais de torneios mata-matas e 23 taças sendo erguidas em seu gramado.

“É interessante notar como o Mineirão se tornou um estádio múltiplo, plural e democrático. Do jogo mais emblemático da história de todas as Copas do Mundo ao jogo de acesso do Athletic da quarta para a terceira divisão nacional. O estádio onde Messi, Neymar, Suárez, Ronaldinho Gaúcho, entre outros craques jogaram, também abriu espaço para a garotada da base e as meninas do futebol feminino, que ganham cada vez mais o merecido espaço”, ressalta o diretor do Mineirão, Samuel Lloyd.

Público

Nesses 11 anos e meio pós-reforma, o público total chega a quase 12,5 milhões de pessoas (12.448.211, precisamente), um quantitativo que supera a população de Portugal. A média de público do Novo Mineirão é de 30 mil torcedores por jogo – descontando as partidas sem público por conta da pandemia de Covid-19, entre 2020 e 2021 –, quase o dobro antes da reforma, que era de 16 mil por partida. A capacidade atual é de 62 mil pessoas.

A final do Campeonato Mineiro deste ano, entre Cruzeiro e Atlético, é a recordista de público deste período, com 61.582 torcedores. Por acordo entre os clubes, havia apenas a presença de cruzeirenses. A maior renda é da semifinal da Copa América de 2019, entre Brasil e Argentina, com R$ 18,7 milhões arrecadados. Atlético e Olimpia, na decisão da Copa Libertadores de 2013, é a maior renda de clube da história do Mineirão, com R$ 14,1 milhões. Corrigindo esse número pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) a valores presentes, a renda seria de R$ 26,4 milhões. 

As redes do Gigante balançaram 1.281 vezes nesse período, média de 2,5 por jogo. Com 52 gols, Hulk, do Atlético, é o artilheiro isolado do estádio após a reforma. O uruguaio Arrascaeta tem 31 gols, 30 pelo Cruzeiro e um com a camisa do Flamengo.

Totais

Inaugurado em 1965, o Mineirão entra em contagem regressiva para os 60 anos de história em 5 de setembro de 2025. Do primeiro ao último jogo antes da reforma, em 2010, o Gigante recebeu 3.386 partidas, conforme registradas nas fichas datilografadas do Museu Brasileiro do Futebol (MBF). Com os 500 jogos de sua fase moderna, a casa do futebol mineiro chega a 3.886 partidas realizadas. O número total de gols chega 10.582.

17 Maio 2024

Mineirão celebra Copa do Mundo Feminina no Brasil, em 2027

O Mineirão está iluminado em verde e amarelo para celebrar o anúncio da Copa do Mundo de Futebol Feminino no Brasil

E vamos por mais uma Copa! A Fifa anunciou, na madrugada desta sexta-feira (17), em Bangkok, na Tailândia, o Brasil como sede da Copa do Mundo de Futebol Feminino em 2027. E o Mineirão, claro, está dentro, como uma das dez arenas do torneio mundial, que será disputado pela primeira vez no continente sul-americano.

Para festejar esse momento histórico, o Gigante já está iluminado com as cores verde e amarelo e vai amanhecer o dia com um grande mosaico na esplanada Norte.  

A candidatura brasileira prevê oito jogos em BH, sendo cinco de primeira fase, um de oitavas de final, um de quartas de final e a disputa do terceiro lugar. Essa programação precisa ser ratificada pela Fifa. A decisão será disputada no Maracanã, no Rio de Janeiro.

O processo da candidatura foi liderado pela CBF, com apoio do governo federal. A proposta mineira reuniu esforços de Mineirão, Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, Governo do Estado de Minas Gerais e Federação Mineira de Futebol (FMF). 

Palco de seis partidas da Copa do Mundo Masculina de 2014, o Mineirão também recebeu jogos da Copa das Confederações (2013), Jogos Olímpicos (2016), Copa América (2019), além de duelos da seleção brasileira nas Eliminatórias para as Copa de 2018 e 2022.

“É uma imensa satisfação para o Mineirão receber mais uma competição internacional. E esta é ainda mais especial, porque contribui com o desenvolvimento do futebol feminino, que tem conquistado cada vez mais espaço”, ressaltou o diretor do Mineirão, Samuel Lloyd.

O plano do Mundial de 2027 faz ajustes nas capacidades dos estádios de acordo com a demanda de ingressos. O Mineirão, por exemplo, prevê públicos a partir de 27 mil pessoas, numa operação por setor como os clubes já fazem dependendo do jogo.

Além do Mineirão, outras instalações fazem parte do planejamento para a Copa. Cidade do Galo, Toca da Raposa II, Arena Independência e o Sesc Venda Nova funcionarão como centros de treinamentos em Belo Horizonte. Os estádios Mário Helênio (Juiz de Fora) e Arena do Jacaré (Sete Lagoas) também estarão com suas instalações preparadas para o uso das seleções.

Hora de celebrar mais uma Copa!

14 Maio 2024

Mineirão inicia plantio da grama de inverno para a temporada 2024

Gramado já passou por corte vertical acentuado para receber as sementes da grama de inverno. Foto: Mineirão/Divulgação

O Mineirão iniciou, na última segunda-feira (13), o processo de revitalização do gramado, essencial para manter a qualidade do campo para o restante da temporada. A primeira etapa do chamado overseeding consiste no corte vertical acentuado da grama predominante, a bermuda celebration, abrindo espaço para o plantio da ryegrass, espécie própria para o período de baixas temperaturas.

A semeadura começa logo após a liberação do gramado pela produção do tenor italiano Andrea Bocelli, que se apresenta no Gigante na próxima sexta-feira (17). A manutenção segue até o próximo dia 30, data do duelo entre Cruzeiro e Universidad Católica-EQU, pela Copa Sul-Americana.

“A grama do Mineirão é a bermuda celebration, certificada pela Fifa e usada em quase todos os estádios no Brasil desde a Copa de 2014. Acontece que nesta época mais fria do ano, ela hiberna e tem dificuldades de se recuperar. Por isso, fazemos a semeadura da grama ryegrass, que é mais resistente à temperatura amena", explica o gerente técnico do Mineirão, Otavio Góes.

Na primeira fase dos trabalhos, o aspecto visual do gramado se deve, justamente, ao corte baixo da grama e não tem relação com o evento. Na técnica aplicada, os dois tipos de grama conviverão até o verão. Após a semeadura da ryegrass, a revitalização segue para o topdressing, que consiste na aplicação de areia e no acerto de nivelamento do terreno. Os cuidados dos próximos dias contam ainda com adubação e irrigação para manter a qualidade do gramado.

O período de revitalização de inverno já tinha sido alinhado com o Cruzeiro e comunicado ao Comitê de Esporte, Cultura e Lazer, da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias (Seinfra) na última reunião, realizada em 5 de abril. Em virtude da manutenção, a partida Cruzeiro x Cuiabá, dia 26 de maio, pelo Campeonato Brasileiro, não será realizada no estádio.

2 Maio 2024

Duelo adiado! CBF pospõe partida entre Cruzeiro e Internacional devido às chuvas no Rio Grande do Sul

O jogo do Cruzeiro contra o Internacional que seria disputado neste sábado, às 21h, no Mineirão, foi adiado pela Confederação Brasileira de Futebol.

O motivo são as fortes chuvas que têm castigado o Rio Grande do Sul nos últimos dias – e a previsão de novas ocorrências.

A CBF ainda não definiu a nova data para o duelo válido pela quinta rodada do Brasileirão. Confira o comunicado oficial aqui. 

3 Abril 2024

Entenda as mudanças de trânsito no Mineirão para a final do Campeonato Mineiro

Os torcedores cruzeirenses que irão ao Mineirão para acompanhar a decisão do Campeonato Mineiro 2024, no próximo domingo (7), às 15h30, contra o Atlético, precisam ficar atentos às mudanças de circulação nas vias do estádio por conta das obras de recapeamento no entorno. 

A avenida Rei Pelé, entre a avenida Coronel Oscar Paschoal (Escola de Veterinária da UFMG)  e a avenida Antônio Abrahão Caram (próximo ao restaurante Farroupilha), está fechada e um esquema especial de trânsito precisou ser montado pela BHTrans para acesso aos portões de estacionamento.

Atenção! A circulação de veículos ficará restrita aos torcedores que fizerem a compra antecipada de estacionamento do Mineirão (clique aqui para comprar), aos ônibus do transporte público e às pessoas credenciadas, em serviço, autoridades e delegações. 

Serão implementados três pontos de verificação veicular (PVVs), nos seguintes locais:

- Avenida Antônio Abrahão Caram (esquina com alameda das Princesas);

- Avenida Presidente Carlos Luz (esquina com avenida Alfredo Camarate);

- Avenida Octacílio Negrão de Lima (na rotatória de acesso ao Mineirão).

Assim, só seguirão para os estacionamentos do Mineirão os veículos que mostrarem o voucher de compra nos PVVs. Não haverá venda de estacionamento na hora. Os estacionamentos iniciam a operação às 11h30, exceto o G1 Descoberto da Av. Rei Pelé, que abrirá às 12h30, junto com a abertura da esplanada e os portões do estádio.

Todos os portões dos estacionamentos do Mineirão estarão abertos normalmente. O que muda são as rotas de acesso a eles. Confira: 

Chegada pela avenida Antônio Abrahão Caram

O torcedor que chegar pela avenida Antônio Abrahão Caram fará uma conversão à esquerda na pista liberada da avenida Rei Pelé (mão invertida ao de costume) até os portões G1 Coberto e G1 Descoberto. Após a partida, todos os portões serão convertidos para a saída, acrescido do portão próximo à Escola de Veterinária, na avenida Presidente Carlos Luz. 

Essa rota também dá acesso aos estacionamentos G2 (entrada e saída) e G3, usado por pessoas em serviço e imprensa, sendo que deverá realizar o retorno na avenida Coronel Oscar Paschoal (entre frente ao hall principal) para acessar os mesmos.

Chegada pela avenida Carlos Luz

O torcedor que se dirigir ao Mineirão pela avenida Presidente Carlos Luz precisará fazer a conversão à esquerda na avenida Coronel Oscar Paschoal (mão já invertida nas últimas semanas) e, depois, pegar a avenida Antônio Abrahão Caram, subindo à direita, até o portão G1, em frente ao Mineirinho. Essa rota também dá acesso aos estacionamentos G2 (entrada e saída) e G3, usado por pessoas em serviço e imprensa.

Os estacionamentos do Mineirinho não vão operar nas entradas pela avenida Antônio Abrahão Caram. O estacionamento do ginásio poderá ser acessado pelos portões 1 e 3 da avenida Chafir Ferreira. A avenida Chafir Ferreira será usada também para o estacionamento de ônibus e vans de torcedores do interior.
 

31 Janeiro 2024

Vai à Supercopa? Confira dicas para curtir BH e a grande decisão

Casa do futebol mineiro, o Mineirão está localizado à margens da lagoa da Pampulha. Foto: Mineirão/Agência i7

Todos os caminhos levam o futebol brasileiro a Belo Horizonte no próximo domingo (4) para a decisão da Supercopa do Brasil, entre Palmeiras e São Paulo, às 16h, no Mineirão. O encontro entre os campeões brasileiro e da Copa do Brasil na temporada passada trará milhares de turistas à capital mineira. 

Que tal curtir esse jogão e ainda aproveitar o fim de semana em BH? Para além das atrações turísticas e da famosa gastronomia mineira, a cidade já vive o clima e o ritmo de Carnaval, com mais de 100 blocos programados entre sexta e domingo. Com quase 50 anos de história, a Banda Mole é a principal atração de sábado e promete arrastar multidões a partir das 13h, na avenida Afonso Pena. Mas há dezenas de bloquinhos, de diferentes estilos, nos quatro cantos da cidade.

Confira a programação completa do Carnaval de Belo Horizonte.

No domingo, dia da superfinal, quem chegar cedo à região da Pampulha também poderá curtir a pré-folia com o Bloco da Deslumbradas, a partir das 9h, na avenida Otacílio Negrão de Lima, 4220, bairro Bandeirantes, e o Marabloco, na avenida Fleming, 680, no bairro Ouro Preto, a partir das 11h. Essa última avenida, aliás, é uma boa pedida para um aquecimento pré-jogo, com uma variedade de bares e restaurantes.

Mas não é só Carnaval. Belo Horizonte tem diferentes pontos turísticos, que vão do famoso Mercado Central ao bairro de Santa Tereza, da vista da praça do Papa ao Circuito Cultura Praça da Liberdade, dos bares das Savassi às baladas da região Centro-Sul para curtir a noite.

O Portal Belo Horizonte tem tudo o que o turista procura, entre atividades ao ar livre e esportes, arte e cultura, moda, eventos, parques e lugares para comer, beber e se hospedar. Vale a pena conferir! Se preferir, escaneie o QR Code abaixo e encontre diferentes guias, mapas e informações da Belotur. 

E para os amantes do futebol, vale lembrar também que no sábado tem o clássico mineiro Atlético e Cruzeiro, que será disputado na Arena MRV, às 19h30, pela competição estadual. A partida terá a presença só de atleticanos. Os ingressos são vendidos em ingressos.galonaveia.com.br.

E para a decisão de domingo?

Quem vem a BH para a Supercopa, a dica é chegar mais cedo ao Mineirão. Os portões da esplanada e do estádio abrem às 13h. Para os palmeirenses, a melhor rota é usar a avenida Antônio Carlos, no tradicional caminho do torcedor atleticano em clássicos no Gigante. O acesso acontece pela esplanada Norte.

Já os são-paulinos devem optar pela avenida Carlos Luz e entrar para o Mineirão pela esplanada Sul. O trajeto é o mesmo que os cruzeirenses fazem nos clássicos. As avenidas Rei Pelé e Chafir Ferreira (próxima ao Mineirinho) estarão reservadas para o estacionamento de ônibus fretados de torcedores do São Paulo e Palmeiras, respectivamente.

O uso de aplicativos e de transporte público é sempre o mais indicado, por causa da quantidade de veículos no entorno do estádio. Para informações sobre linhas e itinerários, clique aqui. Mas para quem for de carro, moto ou vans, o estacionamento do Mineirão é a melhor e mais segura opção. Para a venda antecipada, é só acessar estapar.com.br/mineirao

15 Janeiro 2024

Mineirão realiza reforma em áreas de hospitalidade, vestiários e entorno do gramado

Enquanto os atletas fazem os trabalhos de pré-temporada, o Mineirão aproveita a pausa do calendário do futebol brasileiro para realizar reformas nas áreas de hospitalidade, vestiários e no entorno do campo de jogo. Os trabalhos começaram no fim de dezembro e se estendem ao longo de janeiro e início de fevereiro. O investimento é de 1,2 milhão. 

"Estamos nos preparando para uma grande temporada, em 2024, entregando uma experiência melhor para profissionais do futebol e torcedores. Investimos em reformas para que o Mineirão seja sempre um estádio à altura das competições que sedia todos os anos", explica o diretor Samuel Lloyd. 

O carpete do hall de entrada e dos setores Tribuna (Roxo Inferior) e Brahma (Tribuna de Honra) estão sendo trocados por um piso vinílico, que tem alta durabilidade, maciez, é de fácil limpeza e preserva o isolamento acústico. Também começaram a ser substituídas as soleiras de toda a escalaria por materiais em granito antiderrapante. Saem ainda os corrimões e guarda corpos de aço para peças de inox. Numa segunda etapa, o hall de entrada passará por uma nova ambientação.

Paralelamente, enquanto o gramado natural recebe o tratamento anual de revitalização, o piso em volta do campo está passando por obras de manutenção, incluindo ajuste de nivelamento. Em seguida, será instalado um novo gramado sintético no entorno. Além do aspecto visual de coloração uniforme, a grama sintética no entorno contará com tecnologia que favorecerá o aquecimento dos atletas atrás do banco de reservas. 

O piso amarelo emborrachado, do tipo moeda, que delimita as áreas de competições em jogos oficiais, também será trocado nos quatro vestiários. O torcedor vai perceber ainda um novo letreiro "Estádio Mineirão", que fica bem centralizado, para quem acompanha as transmissões de TV. 

O processo de revitalização do gramado natural para 2024 começou em 18 de dezembro e termina no próximo dia 20. Ao longo dos últimos dias, o grama passou por diferentes tratamentos de descompactação, adubação, uso de herbicidas e cortes verticais e helicoidais.